A Implantodontia e Estética Dental pelo Especialista | fotos e video | implante dentario | reabilitação oral

Comentário em Implante Dentário por Inês V.

FacebookEmailShare

Boa noite,

Sou aluna de Odontologia (2º ano) e, com uma breve pesquisa na internet, encontrei o seu blog, que o achei muito interessante e enriquecedor. Como tinha escrito um post a dizer que os leitores podiam colocar dúvidas, agradecia que me esclarecesse algumas questões.

O meu pai tem desde há muito tempo hemorragia ao lavar os dentes e mesmo até quando saliva durante o sono e também tem muita recessão salivar em alguns molares. Pelo que pesquisei na altura pensei logo na possibilidade de ter uma periodontite e convenci-o a ir a uma consulta universitária de periodontologia na minha faculdade. Durante a consulta a maioria dos dentes tinha mais de 3 na sondagem periodontal e tinham hemorragia à sondagem. Em alguns molares tem até 11 de sondagem! No fim da consulta os alunos disseram que o meu pai teria de arrancar os dentes 26, 27 e 28 pois já havia muita reabsorção óssea (na radiografia até se via que o osso estava já só na zona do apex da raíz dos dentes). Como perder 3 molares é algo muito incapacitante, tenho tentado obter informações sobre qual será a melhor reabilitação para o meu pai.

- Acha que mesmo tendo havido muita reabsorção óssea devido à periodontite ainda será possível aplicar implantes sem ter de fazer enxerto ósseo? Tenho noção que cada caso é um caso e que só se sabe o tratamento definitivo através de exames e observação clínica. Apenas gostaria que me elucidasse como costuma acontecer neste tipo de casos.
- Que tipo de exames terá de fazer para saber se poderá colocá-los?
- Caso tenha de fazer enxerto ósseo, quais são as possibilidades de obter enxerto e as mais aconselhadas? Acha que compensa submeter-se a uma cirurgia tão evasiva?
- Quando acha aconselhável a ida do meu pai à consulta de implantologia? Ainda antes de fazer exodontia dos 3 molares ou depois?

Peço desculpa pelo email tão longo mas apenas estou a tentar encontrar a informação mais credível para poder encaminhar o meu pai da melhor forma possível.

Muito obrigada.

Cumprimentos,

Inês V.

FacebookEmailShare

Deixe um comentário

Close